Search

Fresh Couple

Category

Lisboa

Nicolau Lisboa

Experimentámos o brunch do Nicolau, na Baixa e é fenomenal! Já fazia falta um sítio com um brunch saudável por aquela zona. 

Tivemos de esperar um pouco, mas aproveitamos esse tempo para dar um passeio pela Baixa. 

O que mais gostamos: os ovos Bennedict, o sumo de açai, a panqueca (tão perfeita e deliciosa!), a taça de fruta e granola com iogurte e a tosta de abacate com chilli. 

Bem… após esta análise, adoramos tudo! 

O espaço está muito bem decorado, com o verde água nos azulejos da entrada e o SMEG da mesma cor na zona da cozinha… lindo!! 

Para além disto, o atendimento foi muito simpático e atencioso, nem parecia que estavam completamente cheios e com uma fila de pessoas à porta. 

Recomendamos e lá voltaremos em breve!

Rui dos Pregos 

E quando nos apetece um grande bife sem gastar muito dinheiro? Pois é … vamos até ao Rui dos Pregos. 

Este restaurante existe em vários sítios, como nas Docas, Belém, Agualva-Cacem, Porto Salvo e Mem Martins. 

Foi uma bela surpresa quando apareceu um prato XXL com um grande bife acompanhado com batatas fritas.  Era delicioso!! Experimentem!! 

The Old House

The Old House é um restaurante chinês de qualidade e fica no Parque das Nações. 

Gostamos bastante do pato à Pequim, do Xiau Long Bao e da sobremesa que escolhemos, o Lago do Cisne. 

O espaço está muito bem decorado (não deixem de fazer uma visita às casas de banho, estão lindas!). 

O mais surpreendente neste restaurante é o tamanho das ementas. No entanto, como o restaurante tem inúmeros pratos, facilita a escolha porque tem as fotografias dos mesmos. 

Já recomendamos neste site aquele que consideramos ser o melhor restaurante chinês (Hong Kong Palácio), este fica também aqui recomendado mas para umas carteiras mais recheadas. 

Mez Cais

Mais um brunch, desta vez ao estilo mexicano – o brunch da Time Out no Mez Cais inclui o sumo, ovos (estrelados ou bennedict), granola com iogurte e fruta, quesadillas e guacamole. 

É um brunch para quem tem estômago – não ficamos muito fãs dos ovos bennedict (vinha servido com fiambre em vez de bacon), mas as quesadillas eram óptimas. 

No entanto, 24€ por pessoa é muito caro para o tipo de brunch que é – por pouco mais temos o brunch da Bica do Sapato ( que é espetacular).

A Praça

Da Praça para o prato, é um restaurante com um ambiente descontraído no Lx Factory que combina a comida portuguesa com a comida italiana.

Tem uma carta variada, o que permite ter uma refeição normal (entrada, prato e sobremesa) ou combinar uma série de entradas e “petiscar”.

A não perder: os peixinhos da horta, ninhos de alheira e o pica pau.

Il Mercato

Fomos experimentar o novo restaurante do Chef Tanka Sapkota (Forno D’Oro e Come Prima), no Páteo Bagatela.

À entrada temos um mini mercado com ingredientes utilizados na confeção dos pratos, tais como as massas frescas, polenta, os pratos de carnes frias… uma tentação!

O espaço está muito bem decorado, com um papel de parede que parece mármore. E a comida?! Uma DELICIA! No Il Mercato vendem apenas ingredientes italianos, inclusive bebidas.

Começamos com a mozarela, que deve ter sido a melhor que já comemos até hoje e os pratos que escolhemos estavam excelentes. A pannacotta é que deixou um pouco a desejar: não vinha em grande quantidade, o doce era muito ácido e o base estava um pouco doce demais para o nosso gosto (têm de considerar que somos grande apreciadores de pannacotta e tem de ser PERFEITA!). No entanto, o bombom de chocolate Oro D’Oro tinha uma textura e um sabor muito interessante.

Mais um sítio a repetir…

A Minha Cozinha 

Mais um domingo, mais um brunch!

Desta vez fomos até Campo de Ourique experimentar o brunch d’A minha cozinha.

O espaço é pequeno, por isso é preciso marcar.

A comida é óptima e tem 4 cozinheiras sempre a fazer a reposição – tem de tudo, desde os ovos mexidos, legumes salteados, bolos óptimos… mas, o melhor de tudo são os croissants e os scones!

Experimentem!

O Asiático

O Asiático é mais um restaurante do Chef Kiko.

O espaço está muito bem decorado e a comida é fora do comum… No entanto, podemos encontrar alguns dos sabores na Cevicheria.

A não perder: Ostras d’O Asiático e a Floresta Negra Japonesa acompanhado do Pisco Sour.

O que menos gostamos do que provamos foi a Lula Tom Yum por causa do recheio da lula.

Depois do jantar aproveitem para ficar a beber um copo pelo bar.IMG_0965.jpg

A Laurentina, o Rei do Bacalhau

Oh Meu Deus! Que delícia… A Laurentina é, sem sombra de dúvida, o melhor sítio para comer um bom bacalhau – seja o alto assado, a couvada, as lascas ou o bacalhau à Brás.

Para entrada não deixem de experimentar os pasteis de bacalhau e para sobremesa, se forem fãs de chocolate preto, comam a mousse – tem um sabor e consistência 5*!

Blog at WordPress.com.

Up ↑