Depois de aterrarmos no aeroporto da Madeira, seguimos para o Forte, com direito a bailinho da Madeira e a umas belas ponchas. Na zona velha, passamos pela Igreja do Socorro.

No dia seguinte fomos passear até uma das pontas da Ilha e fomos tomar uns belos banhos no Caniçal.

O almoço no último dia foi na Fajã dos Padres, com acesso pelo teleférico, é um sítio lindo, com água cristalina para tomar uns bons banhos depois de almoço.

Como já tinhamos ido à Madeira e estes dois dias não eram suficientes para a visita completa a esta linda Ilha, deixamos aqui umas dicas de sítios que não devem perder:

Mercado dos Lavradores

Passeio na placa central da Avenida Arriaga e perder-se depois pelo centro do Funchal, em que terão oportunidade de ver o Jardim Municipal, o Teatro Municipal Baltazar Dias, o edifício do Governo Regional (antiga Misericórdia do Funchal e Palácio da Junta Geral), a Praça do Município, Igreja São João Evangelista, o edifício da Câmara Municipal do Funchal, o Museu de Arte Sacra, a Livraria Esperança (a maior livraria do País e uma das maiores do Mundo).

A Avenida Arriaga termina na Sé do Funchal.

Na zona ocidental do Funchal, encontram o Parque de Santa Catarina onde se destaca a Capela de Santa Catarina e a Quinta Vigia que é a residência oficial do Presidente do Governo da Região Autónoma da Madeira.

Fora do Funchal

Para oeste, não deixem de visitar o Cabo Girão que fica a 580 metros de altura e o Mudas – Museu de Arte Contemporânea da Madeira (do arquiteto madeirense Paulo David, finalista do prémio Mies Van der Rohe).

A norte, visitem a vila do Seixal (visitar o Chão da Ribeira e procurar o Véu da Noiva – uma cascata que vem da rocha directamente para o mar) e as piscinas naturais do Porto Moniz.

A vila piscatória de Câmara de Lobos fica a uns 15/20 minutos de carro do Funchal. Aqui experimentem a poncha, a Nikita e o Pé de Cabra.

Vale a pena fazer uma levada no Ribeiro Frio.

A vila piscatória do Caniçal fica a este e é onde fica a Ponta de São Lourenço, a península mais a este da ilha.

O Pico Ruivo, tem quase 1.900 metros de altitude e tem uma vista fabulosa.

Advertisements